O uso da tecnologia no estudo de conteúdos curriculares

O uso da tecnologia em sala de aula ainda gera grandes debates, apesar de estar cada vez mais inserida dentro das salas de aula brasileiras.

A internet, os tablets, os computadores, os celulares e os aplicativos podem ser utilizados para estimular a imaginação e a criatividade dos alunos, promovendo impactos positivos não apenas em suas notas, como também no desenvolvimento de suas habilidades socioemocionais tão requeridas para o século 21.

A interação com a tecnologia desperta o interesse e a curiosidade do estudante, e este passa a ficar mais bem engajado, ou seja, seu aproveitamento dentro da sala de aula aumenta e o aprendizado é potencializado. Temos como exemplo o ensino de matérias STEM (Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática) em que o aprendizado por meio da tecnologia é simplificado, pois os alunos conseguem visualizar melhor os conceitos e ver o resultado de seus experimentos.

Isso não significa que outros conteúdos curriculares não possam ser estudados por meio da tecnologia. Ao contrário, Língua Portuguesa, Literatura, Geografia, História e Artes também podem ser exploradas em atributos tecnológicos.

Além disso, a tecnologia agrega valor ao trabalho do professor, sem substituí-lo. Ele deixa de ser só o transmissor do conteúdo, e passa a ser também o mediador, orientando os alunos por meio de instruções, perguntas-chave, debates e exemplos.

Mas o uso da tecnologia será eficaz somente se não for aleatório, e sim planejado, com objetivos claros de impactos positivos no ensino e que tenham relação com os conteúdos curriculares.

Os Programas da ZOOM education for life têm como objetivo implementar soluções educacionais e inovadoras para o desenvolvimento integral de crianças e jovens.

A ZOOM é líder de mercado no segmento da cultura maker, robótica e STEM. Em suas soluções, o aluno é protagonista de seu próprio aprendizado, e, por meio de desafios tecnológicos com os conjuntos da LEGO® Education, desenvolve competências cognitivas, participa de atividades coletivas, e é estimulado à curiosidade, descobrindo assim o prazer em aprender.

Quer saber mais? Acesse o nosso site: zoom.education

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *