Jornadas da Educação 2018: ZOOM participa do painel “Qual a educação que queremos nos novos tempos?”

A ZOOM participa, nesta quinta-feira, 21 de junho, da edição realizada em Sorocaba da série de eventos Jornadas da Educação 2018, promovida pela Editora Segmento. Há mais de duas décadas, a ZOOM propõe às instituições de ensino um modelo diferenciado de educação que, por meio da metodologia do aprender fazendo, coloca os alunos como protagonistas de seu próprio aprendizado, expandindo competências e agregando atitudes e valores para toda a vida.

Alinhado à sua proposta de trabalho, o painel do evento patrocinado pela ZOOM traz o tema Qual a educação que queremos nos novos tempos? Em um mundo em transformação, é preciso ampliar os conceitos de escola e tecnologia e aplicar à uma formação que permita a inovação e o desenvolvimento integral de crianças e jovens. “É muito pertinente discutirmos o rumo da educação, num momento em que, cada vez mais, vemos jovens proativos, conectados, curiosos e bem informados. Nos últimos anos, vimos um aumento grande do uso de tecnologias nas salas de aula, mas a prática de aprendizagem continua a mesma, faltando protagonismo dos alunos”, afirma Marcos Wesley, fundador e CEO da ZOOM.

Active Learning Ecosystem

Os visitantes do evento terão a oportunidade de conhecer, no estande da ZOOM, o recém-lançado “Active Learning Ecosystem”, um ecossistema de aprendizagem ativa, cujo objetivo é justamente transformar a sala de aula em um ambiente onde os alunos se sintam instigados a aprender, tornando-se protagonistas de seu processo de aprendizagem. “Os nossos programas incentivam que os alunos tenham mais autonomia para criar com protagonismo, por exemplo, oficinas que ensinam a construção de foguetes utilizando garrafas pet, cujo programa da ZOOM tem parceria com a Fundação Astronauta Marcos Ponte”, informa Marcos.

Vale ressaltar que, na lista de lançamentos da ZOOM estão, ainda, dois novos programas extracurriculares com atividades práticas, integrando conceitos de robótica com a cultura maker: Genius, de iniciação à robótica e à cultura maker para crianças de 7 a 10 anos, incentivando o desenvolvimento de competências cognitivas e socioemocionais em contato, desde cedo, com a linguagem de programação; e o Roboter, para estudantes acima de 10 anos, que propõe a montagem e programação, em equipe, de um robô, desafiando os alunos a solucionarem problemas do cotidiano, além de estimular a participação dos estudantes nos torneios nacionais de robótica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *